Dieta do jejum intermitente – Como funciona, benefícios

Conheça a dieta que provocou polêmica entre os nutricionistas e especialistas em emagrecimento

Escrito por -

A dieta do jejum intermitente tem incomodado os especialistas da área da nutrição, afinal, o senso comum da boa educação alimentar é comer equilibradamente de três em três horas, evitando hipoglicemia, azias e principalmente deixar o metabolismo lento.

O que é a dieta do jejum intermitente

O jornalista Michael Mosley, testou esta dieta que foi popularizada em seu best seller “The Fast Diet”. Mosley afirmou que seu médico vinha chamando sua atenção em relação ao sobrepeso e pelos níveis de colesterol alterados e por isso, começou a pesquisar diversos tipos de dieta e escolheu a dieta do jejum.

Nesta dieta, o plano é comer de forma habitual por 5 dias então, por 2 dias comer apenas ¼ da quantidade de calorias, ou seja, 500 calorias para mulheres e 600 para os homens. Este método é conhecido como “5:2”. Em seu site, Mosley afirma que perdeu mais de 9 quilos em 2012 e que reduziu a taxa de gordura de seu corpo de 28% para 20%.

 dieta do jejum intermitente
A proposta de reduzir sua alimentação em alguns dias ainda é questionada por alguns especialistas.

A dieta do jejum funciona?

Segundo as nutricionistas Vivian Ragasso e Vivian Zollar, este a dieta do jejum intermitente não é muito eficiente, pois ficar sem comer pode alterar o metabolismo e prejudicar a saúde.

Fazendo este tipo de dieta, a pessoa acaba recuperando no futuro, os quilos perdidos. No começo é perceptível a queda do peso, mas isso ocorre devido a eliminação de água e massa magra, ou seja, músculos.

Quando o corpo fica sem os recursos necessários, tende a armazenar energia e neste caso, a gordura é o último recurso que vai buscar gastar, pois ela fica guardada de forma segura dentro do corpo. Parar de comer não vai eliminar a gordura, o que elimina gordura é gastar a que você já tem com atividades físicas e deixar de ingerí-la. Após um período em jejum, o corpo perceberá que está em estado de alerta e vai começar a armazenar o máximo de gordura possível, o que também faz o metabolismo ficar lento.

Leia também: Dieta de 1200 calorias diárias: Cardápio

Efeitos da dieta do jejum

Esta dieta terá efeito contrário após algum tempo, pois o metabolismo lento gastará a menor quantidade de energia possível, estocando cada vez mais gordura, sem contar que ficar 2 dias comendo o mínimo possível, estressará seu organismo quando você voltar a comer novamente, pois haverá uma ingestão de glicose de forma repentina, o que leva à diabetes.

A dieta do jejum intermitente também pode levar a problemas renais, irritabilidade, dores de cabeça, desmaios, convulsões e alterações de humor, tudo isso porque seu corpo está sendo privado de uma das coisas mais importantes para sobreviver.

A melhor forma de perder peso, é se alimentando equilibradamente e fazendo atividades físicas. Lembre-se sempre de se hidratar com muita água e que ser saudável é muito mais importante do que estar dentro de um “padrão” de beleza.