Dieta do peixe para emagrecer – Como fazer, cardápio

Muito saboroso, incluir o peixe no cardápio diário é muito nutritivo e facilita no emagrecimento saudável

Escrito por -

Perca peso facilmente com a dieta do peixe, além de eficiente, seu cardápio continuará saboroso!

Estar saudável e com o corpo em dia é não somente um sonho, mas também uma necessidade humana. Porém o cotidiano interfere muito nas ações que tentamos tomar para melhorar essas situações.

Há a necessidade então de buscarmos ferramentas que nos ajudem, encaixando-se em nosso dia a dia e promovendo os resultados que tanto esperamos e necessitamos. Incluir o peixe no consumo diário é uma ótima forma de melhorar a saúde, ainda perdendo uns quilinhos para melhorar a silhueta.

Dieta do peixe para emagrecer

O consumo de peixe auxilia muito no desenvolvimento da saúde corporal, fortalecendo os ossos e articulações, melhorando o funcionamento do coração, prevenindo o envelhecimento precoce, controlando colesterol e hipertensão, diminuindo o risco de infartos, arteriosclerose e AVC, além de auxiliar na dieta, proporcionando emagrecimento quando consumido da maneira correta com outros alimentos e associado à atividade física, sendo possível perder até 3 quilos por semana.

O peixe também possui: vitaminas, proteínas, minerais, ácidos, ômega 3, cálcio, ferro, iodo, magnésio, potássio, fósforo, entre outros.

dieta do peixe funciona
Foto: NutritionSecrets

Leia mais: Suco de berinjela com laranja emagrece?

Como funciona a dieta do peixe

Incluir peixe na dieta é muito simples, onde podemos associar o consumo diário do peixe com frutas frescas e vegetais, lembrando-se sempre de consumir produtos integrais e sem açúcar, e sempre que possível o peixe fresco. Seguem algumas sugestões de como montar o cardápio no dia a dia:

  • Café da manhã: frutas ou sucos naturais, pães e cereais integrais, café, queijos com pouca gordura (como minas, cottage);
  • Lanche da manhã: consumo de chá com torradinhas integrais;
  • Almoço: pode preparar o peixe grelhado, ou fazer uma sopa, adicionando apenas legumes, sem exageros;
  • Lanche da tarde: alterne entre iogurte natural, torradas integrais, chás, frutas frescas ou sucos naturais;
  • Jantar: como no almoço, prepare o peixe grelhado ou cozido com legumes;
  • Ceia: fruta de tamanho médio, como maçã, pera, caqui, 3 morangos, kiwi ou metade de um mamão;


E para que o consumo e a dieta sejam ainda mais saborosos e eficazes, é necessário saber escolher o peixe, onde devemos observar:

  • Olhos: devem estar brilhantes, sem manchas, com a córnea transparente e a pupila negra;
  • Guelras: vermelhas e brilhantes, sem muco;
  • Escamas: brilhosas;
  • Cor: homogênea e viçosa, sem manchas.
  • Odor: o cheiro deve lembrar a maresia;

Sabendo escolher e preparar as refeições da dieta do peixe, e associando com os alimentos citados e os exercícios físicos regulares, provavelmente os resultados da dieta serão visíveis e satisfatórios.