Dieta para ganhar massa muscular rápido – Cardápio

Consegui massa muscular está ligado à alimentação, você precisa comer mais calorias do que o seu corpo queima

Escrito por -

Dieta para ganhar massa muscular rápido, cardápio é o que você procura? A primeira coisa que precisa saber sobre isso é que tudo gira em torno de uma combinação de fatores, porque não adianta nada passar horas na academia fazendo exercícios e não ter uma alimentação saudável e balanceada.

Para perder aquelas gorduras indesejadas e conseguir obter músculos, é necessário que você tenha uma alimentação baseada em uma variedade de proteínas, legumes, frutas, carboidratos e gorduras saudáveis. Comer proteína ajuda a construir e manter o músculo, mas também ajuda na perda de gordura uma vez que ela possui um maior efeito térmico do que os carboidratos.

Dieta para ganhar massa muscular rápido – Cardápio

De forma simples, ganhar massa muscular está ligado à alimentação, você precisa comer mais calorias do que o seu corpo queima. No entanto, isso não significa que pode comer qualquer coisa, pois todas as calorias não são criadas iguais.

Dieta para ganhar massa muscular rápido - Cardápio
Foto: Fitness-trening

A proteína é o mais essencial numa dieta como essa, porque as proteínas de alta qualidade são compostas de aminoácidos, o ponto central de todas as refeições. Exercícios intensos aumentam a procura por aminoácidos que suportam o reparo e o crescimento do músculo. Quando você treina com pesos, deve comer um mínimo de uma grama de proteína por quilo de peso corporal.

Leia mais: Dieta Low Carb – Alimentos permitidos

O que comer para ganhar massa muscular

Dieta para ganhar massa muscular rápido - Cardápio
Foto:Thefitindian

 

Como já foi dito, tudo está relacionado a sua alimentação, então uma dieta para ganhar massa muscular, deve conter, no café da manhã, um pote de iogurte natural adoçado com frutose, uma fatia de pão integral com uma colher de chá de creme de ricota e uma fatia de melão picado com uma colher de sopa de farelo de aveia.

No lanche da manhã, uma bisnaga integral salgada com uma fatia de queijo mozarela, uma rodela de tomate e uma pitada de orégano, um pêssego ou uma nectarina.

No almoço, o ideal é comer uma colher cheia de arroz integral com lentilha, um filé de pescada com alecrim ao forno e um prato de salada de alface, tomate e pepino.

No pré-treino, um caqui ou uma banana média e, no pós-treino, um copo médio de smoothie de achocolatado orgânico preparado com 250ml de leite desnatado, uma colher de achocolatado em pó orgânico e uma colher rasa de cacau em pó.

No jantar, um prato de salada de folhas verdes, uma colher de arroz 7 cereais e um filé de frango grelhado. E, por último, na ceia, coma cinco amêndoas e uma noz.